Banner Notícia

FASA conquista mais uma aprovação da OAB

Primeira colocada entre as faculdades particulares no NM e na média nacional

O curso de Direito das Faculdades Santo Agostinho é o único acima da média nacional, na região, com aprovação no XXIV Exame Unificado da Ordem dos Advogados do Brasil  (OAB), entre as faculdades particulares. E mais uma vez é a instituição de ensino superior particular do norte de Minas com a maior nota em percentual de alunos aprovados. O Exame foi realizado pela Fundação Getúlio Vargas (FGV), e classificado como um dos mais difíceis dos últimos anos pela complexidade das questões. O resultado foi divulgado nesta sexta-feira, 27 de abril.

A Faculdade de Direito Santo Agostinho (FADISA) obteve um percentual de 29,81% de aprovação, ficando com a segunda colocação geral, mas, com a primeira posição entre as particulares. O 3º colocado obteve 19,72%, o 4º ficou com 17,42% e o 5º colocado, com 17,03%. É a única instituição privada do norte de Minas a alcançar o resultado acima da média nacional de aprovação, de 23,91%. Em todo o Brasil, participaram do processo 125.042 candidatos, e 29.905 foram aprovados.

Em 2018 o curso de Direito das Faculdades Santo Agostinho completa 15 anos e, há 10 anos consecutivos, lidera o ranking entre as particulares no Exame Unificado da Ordem dos Advogados do Brasil. O coordenador executivo do Curso, professor Doutor Rafael Soares Duarte de Moura, explica que não se trata de desempenho sazonal, mas periódico e que vem se repetindo por longos anos. “Em mais de 10 anos, figuramos em primeiro lugar entre as particulares na aprovação do Exame Unificado da Ordem dos Advogados do Brasil. Isso representa o resultado concreto de uma proposta de ensino transformador que, na simplicidade e seriedade, apresenta uma austera eficácia e que conduz os nossos alunos ao reconhecimento e acesso profissional de primeira grandeza que é a habilitação para o exercício da advocacia”, ressaltou Rafael Moura ao comentar que a Faculdade Santo Agostinho é a IES particular que mais aprova bacharéis em Direito na OAB, atendendo aos rigores e exigências de qualidade da Ordem, enquanto requisitos mínimos para que os candidatos possam exercer de forma digna a advocacia.

Para o coordenador, as aprovações representam a conquista de uma proposta pedagógica alinhada ao ensino, à pesquisa e à extensão efetivamente praticados, além de conciliar no processo de formação a teoria e a prática. “Todas essas dimensões promovem uma formação espiritual humanista, estamos construindo cidadãos conscientes, bem formados, advogados aptos ao exercício dessa função essencial à justiça que é a advocacia, bem como aptos a exercerem os mais diversos cargos que são oportunizados para aqueles que são bacharéis em Direito ou aqueles que exercem a advocacia pública, dentre muitos outros”, frisou o professor.

O futuro advogado, Wanderson Charles Silva, acadêmico do 10º período noturno foi um dos aprovados no exame da OAB. Ele destaca que este ano, a prova teve um grau de dificuldade bem elevado, mas que estava preparado. “Não desanimei, porque desde o 1º período a FADISA me preparou para esse momento. Participei dos programas que a faculdade oferece, voltados, exclusivamente, para o Exame da Ordem, o conteúdo apresentando na aula é compatível com o proposto no edital da prova”, comentou o estudante ao mencionar o incentivo do corpo docente.

Outro estudante aprovado, Lucas Oliveira Rocha, acadêmico do 10° período matutino, tentou o XXIV exame da OAB, sendo aprovado, de primeira vez, nas duas etapas que aconteceram no final de 2017 e início de 2018. “Este é o início da minha carreira no âmbito jurídico. Agradeço à FADISA por toda a base que me ofereceu, pois, sem ela, não sei se teria sido aprovado de imediato. Agradeço o apoio de minha família, dos professores e, um diferencial é a biblioteca da instituição que tem um grande acervo”, destacou o acadêmico. Ele também ressaltou que os estágios externos foram fundamentais em sua aprovação.

A Direção das Faculdades Santo Agostinho parabeniza a todos os envolvidos em mais está grande conquista, ao corpo docente por se fazer atuante e dinâmico e aos acadêmicos pela seriedade e o envolvimento com a prática pedagógica rumo a uma carreira de sucesso.